Amores (Os) de Salazar.

Felicia Cabrita

€15.00

Pedir informação adicional

 
  

Uma vida ao serviço da nação. Foi assim que António de Oliveira Salazar quis ficar conhecido para a História. Um homem sério, ex-seminarista, casto, antiquado, pouco dado a devaneios amorosos. Tudo a bem da nação. Mas a paixão bateu bem cedo à porta deste homem. Conhecido por troca-tintas, Salazar tocou no coração de várias mulheres, deixando-as, sem esperança, a suspirar de amor. Felismina de Oliveira, o seu primeiro amor. Júlia Perestrelo, a jovem a quem dava explicações. Maria Laura, o amor pecaminoso. Maria Emília, a bailarina e astróloga que o ajudava a tomar decisões consoante os astros. Maria, a Governanta de Portugal, e as suas sobrinhas, que rapidamente ganham um lugar no seu coração e ficam conhecidas como as pupilas de Salazar. Mercedes Feijó, a amante do Hotel Borges; ou Christine Garnier, a jornalista que o levou, num acto pouco usual, a abrir os cordões à bolsa para enviar garrafas do melhor vinho para França. Apesar dos rumores e mesmo de algumas notícias de jornal, António de Oliveira Salazar numa casou. Preferiu levar uma vida de D. Juan. Um destruidor de corações que nunca conseguiu fazer nenhuma mulher feliz.
A Efera dos livros, 2006. In-8º com 194 pag. Encadernação em cartão. Como novo.

 



Constantino José de Brito, cavaleiro fidalgo da Casa Real, condecorado com o hábito de Aviz, etc...
Outras obras do Tema
Biografias
MAO, a historia desconhecida.

Informação adicional sobre:
Amores (Os) de Salazar.
 
Nome
E-Mail
Mensagem

P.f. preencha e envie o formulário - quando esta obra estiver disponível receberá um e-mail automático a dar-lhe conta

Nome

E-Mail